Base: Edimar e Danilo comentam evolução da especificidade no treinamento de goleiros

Profissionais do Sub-20 e Sub-17 esmeraldino avaliam o desenvolvimento de novas metodologias para o setor

23/04

Categoria de Base

compartilhe

Profissionais do Sub-20 e Sub-17 esmeraldino avaliam o desenvolvimento de novas metodologias para o setor.

Uma das posições do futebol que mais especificaram seus métodos de treinamentos nos últimos anos é a preparação de goleiros, função que hoje conta com especialistas da área integrados às comissões técnicas de todos os clubes.

O experiente treinador de goleiros, Edimar Torquato, hoje no Sub-20 do Goiás EC, observa a respeito do tema:

-“ Trabalhando na preparação de goleiros do Sub-20 do Goiás penso muito que a exigência física é grande principalmente nas nossas sessões de treinamentos e por ser a última categoria antes da equipe profissional, onde que dentro do meu trabalho às ações são intensas e de curta duração, para formar o alicerce de um goleiro de alto nível. Não deixando de lado a integração com o modelo de jogo que pede o treinador, e que o futebol moderno exige, saber jogar com os pés. No nosso trabalho com a base o desenvolvimento terá que ser respeitado e as informações e orientações alinhadas aos estímulos nas transições entre as categorias, aqui no Goiás fazemos muito bem essa transição por estarmos alinhados.” –  Observou Torquato.

Leia também: Sub-20: Goiás 3 x 0 Aparecidense

Já integrado a base esmeraldina à muitos anos, e tendo passado por todas as categoria da formação esmeraldina, o hoje treinador de goleiros do Sub-17 do Goiás EC, Danilo Souza, analisa:  – “Estou no clube desde março de 2012, tive o privilégio de trabalhar em todas as categorias de base do clube,desde a escolinha a Sub-20 ,tendo servido ao profissional em algumas oportunidades. Buscamos sempre o melhor perfil de goleiros para o clube, onde avaliamos questões técnicas, físicas e táticas, sempre pensando em adequar os goleiros ao modelo de jogo cada categoria,na categoria Sub-17 a prioridade é adaptar ao máximo as condições técnicas e físicas, para q ele possa integrar nas melhores condições a categoria Sub-20.”

Leia também: Invicto, Sub-17 vence a Aparecidense por 5 a 0 no CT

O ex-jogador da base do Goiás e agora estagiário do setor de treinamento de goleiros, José Matheus, conta com o aprendizado de já ter passado por esta rotina de treinamento de um atleta em formação, para assim contribuir com o desenvolvimento da garotada da base esmeraldina.

– “O Desenvolvimento da área é visível, percebemos que a visão tradicional e tecnicista que tínhamos antes já vem sendo deixada um pouco mais de lado e uma nova abordagem vem crescendo. A preocupação de não se formar ‘robôs’ contribuiu para uma visão mais ampla no que diz respeito ao treinamento específico de goleiros. Ao invés de sempre ser treinado algo de forma isolado, hoje já contamos com uma visão mais pedagógica voltada a situação de jogo, o que contribui muito para o desenvolvimento do atleta. Temos excelentes profissionais no Brasil e a preocupação com uma melhor capacitação vem crescendo à medida que a área cresce, sendo assim não resta dúvidas que o nível dos nossos goleiros irá crescer cada vez mais com o passar do tempo.” – Analisou o ex-atleta da base e hoje estagiário do clube.

Hely Maia

Marketing Goiás Esporte Clube, desde 2009 no Maior do Centro-Oeste, uma década de dedicação ao esmeraldino.

Últimas Notícias


Hoje

Aspirantes

Goiás estreia com vitória | Goiás 2 x 1 Santos
Leia mais

Hoje

Futebol Profissional

Verdão treina pela manhã
Leia mais

22/05

Aspirantes

Na véspera da estreia do Brasileirão Sub-23, entenda a importância da categoria “ASPIRANTES”
Leia mais

22/05

Futebol Profissional

Titular do ataque esmeraldino conversa com a imprensa
Leia mais

21/05

Aspirantes

Aspirantes: entrada gratuita para Goiás x Santos na serrinha
Leia mais

20/05

Futebol Profissional

Yago Felipe abre entrevista coletiva da semana
Leia mais