Nota oficial

31/10/2015

compartilhe

O Goiás Esporte Clube externa com veemência sua absoluta indignação perante os atos covardes de vandalismo, selvageria e barbárie de aproximadamente 15 torcedores do Vila Nova Futebol Clube com Willian Mendes, professor do Projeto Integração da equipe esmeraldina. O profissional alviverde foi agredido na manhã deste sábado, 31, no estacionamento do estádio Onésio Brasileiro Alvarenga, ao chegar para trabalhar na partida entre Goiás e Vila pela semifinal da Copa Goiás sub-13. O grupo de vândalos atacou Willian com socos e pontapés, quebrou o aparelho de telefone celular do professor do Goiás e rasgou suas vestimentas. Ato assistido por funcionários vilanovences que, além de não intervir, impediram a entrada de Willian na área dos vestiários do OBA. Sem condições de exercer seu trabalho, motivo pelo qual estava na sede do Vila Nova, Willian teve dificuldades em deixar o local, já que, mesmo após as agressões, não havia nenhum policiamento no estádio.

Toda a entidade esmeraldina condena quaisquer atos de vandalismo e agressão contra qualquer cidadão, ressaltando que sempre tratou com total respeito e cuidado todas as equipes que visitam o estádio Hailé Pinheiro ou Centro de Treinamento Edmo Pinheiro. Inclusive o próprio Vila Nova Futebol Clube e seus torcedores, em inúmeras ocasiões, lhes concedendo todas as condições de trabalho e assistência, sobretudo segurança. Desta forma consideramos a reciprocidade um sinal mínimo de civilidade.

O Goiás Esporte Clube prestará total assistência ao professor Willian Mendes e tomará as providências cabíveis no âmbito criminal da justiça comum e também junto à Federação Goiana de Futebol.

Além da agressão ao profissional esmeraldino, o Vila Nova infringiu o artigo 13 do regulamento da Copa Goiás categoria sub-13, que garante entrada gratuita em todos os jogos da competição. A agremiação colorada, em uma estratégia para dificultar a entrada dos pais dos atletas alviverdes, cobrou o valor de R$5 (cinco reais) pelo ingresso para que eles pudessem assistir à partida. Este fato está documentado em um vídeo que o Goiás Esporte Clube poderá disponibilizar aos interessados.

O Goiás lamenta, que ainda hoje tenha que conviver com práticas baixas e inescrupulosas no futebol goiano, ainda mais por se tratar de um evento que envolvia crianças, que estão em processo de formação e, tão novas, já sendo submetidas a cenas estarrecedoras como a agressão de hoje ao professor Willian Mendes.

Últimas Notícias


Hoje

Futebol Profissional

Imagens do treinamento desta quinta (26)
Leia mais

25/05/2022

Futebol Profissional

Verdão trabalha para mais um confronto em casa
Leia mais

25/05/2022

Futebol Profissional

Ingressos: Goiás x RB Bragantino – 28/05/2022
Leia mais

24/05/2022

Futebol Profissional

Dadá Belmonte: “Me sinto em casa no Goiás.”
Leia mais

23/05/2022

Futebol Profissional

De olho em dois confrontos com o RB Bragantino, Verdão se reapresenta no CT Edmo Pinheiro
Leia mais

21/05/2022

Futebol Profissional

Série A: Goiás luta, mas é superado pelo Flamengo no Maracanã, 1 a 0
Leia mais