Nota oficial

01/03/2013

compartilhe

Nesta sexta-feira, 01.03, a Turma Julgadora da Comarca de Aparecida de Goiânia deu provimento ao recurso inominado interposto pelo Goiás Esporte Clube para reformar a sentença que julgou parcialmente procedente o pedido de Francisco Barbosa para garantir-lhe o direito de ser admitido como sócio-proprietário.

Francisco Barbosa adquiriu um título de sócio-proprietário do Goiás Esporte Clube. Após a aquisição, procurou o Goiás Esporte Clube para efetuar a transferência do mesmo, mas teve o seu pedido indeferido pela Diretoria Executiva.

Inconformado com a decisão, Francisco propôs ação para garantir-lhe o direito de se tornar sócio do Goiás Esporte Clube. Em primeira Instância teve o seu pedido acolhido, mas, em grau de recurso, o Goiás Esporte Clube, representado pelo seu advogado João Vicente, conseguiu reverter a decisão.

Assim, diante da decisão da Turma Recursal da Comarca de Aparecida de Goiânia, o Goiás Esporte Clube teve o seu estatuto social respeitado.

 

Últimas Notícias


27/05/2022

Futebol Profissional

Retrospecto: Goiás x Bragantino
Leia mais

27/05/2022

Futebol Profissional

Verdão pronto para o oitavo jogo na Série A 2022 – Goiás x RB Bragantino
Leia mais

27/05/2022

Futebol Profissional

Nicolas: “Serão dois jogos muito difíceis contra o RB Bragantino.”
Leia mais

26/05/2022

Futebol Profissional

Imagens do treinamento desta quinta (26)
Leia mais

25/05/2022

Futebol Profissional

Verdão trabalha para mais um confronto em casa
Leia mais

25/05/2022

Futebol Profissional

Ingressos: Goiás x RB Bragantino – 28/05/2022
Leia mais