Relembre o gol antológico de Fernandão contra o Bahia, nosso próximo adversário no Serra Dourada

02/06/2016

compartilhe

“Agora é a vez do Goiás, o jogo vai ficando sensacional no segundo tempo. Túlio. Araújo. Perdeu. Recuperou. Marquinhos na boca do gol, pra Fernandão. BICICLETA! Que golaaaaaaaaaço! Que golaaaaaaaaaço! Torcedor do Goiás, saia do estádio, vá lá fora, vá na bilheteria, compre o ingresso, é o gol mais bonito do campeonato até agora (…) golaço do Fernandão, ajeitou no peito, lá em cima, na bicicleeeeta, a bola vai na gaveta direita, empata o Goiás. Fer, Fer, Fer, Feeeernaaando, Fernandão! Caaaaaamisa número nove!”. Essas foram as palavras que, com total euforia, saíram da voz do narrador Edson Rodrigues para descrever o antológico lance daquela noite de 11 de outubro de 1999, quando Goiás e Bahia empataram em 4 a 4.

Na arquibancada, os milhares de torcedores alviverdes foram à loucura num misto de alegria, admiração, deslumbre e reverência. Era o momento de maior êxtase em uma partida de futebol: o gol. Mas não foi um gol qualquer.  Foi um gol pra não sair da memória dos esmeraldinos. Um gol pra entrar na história do estádio Serra Dourada. Um gol para eternizar Fernandão como ídolo do Goiás Esporte Clube.

Dominar a bola no peito, já ajeitando a bola na altura exata para executar uma bicicleta perfeita, acertando o ângulo direito do gol, é só para craques, que dotam de técnica, coragem e categoria, adjetivos que sobravam ao camisa nove esmeraldino.

Mais uma vez, Goiás x Bahia

Depois de quase 17 anos do histórico empate em 4 a 4 entre Goiás e Bahia, as duas equipes voltam a se enfrentar pelo Campeonato Brasileiro da Série B, no estádio Serra Dourada. Coincidentemente, o jogo será realizado na próxima terça-feira, 7 de junho, data em que a morte de Fernandão completa dois anos.

Trajetória de um ídolo

Fernandão começou sua carreira nos gramados da escolinha de futebol de Goiás. Depois, integrou as categorias de base do clube até chegar à equipe profissional, em 1995, com 17 anos. Conquistou oito títulos com a camisa do Verdão, entre eles, o primeiro Campeonato Brasileiro da Série B, em 1999. Também ergueu cinco taças do Campeonato Goiano na sequência do penta, entre 1996 a 2000, e mais dois canecos da Copa Centro-Oeste, em 2000 e 2001.

Após passar por outras equipes do futebol nacional e internacional, Fernandão retornou ao Goiás em 2009 para vestir a camisa 9, com a qual fez história no clube. Naquele ano, o jogador disputou o Brasileirão pelo alviverde. Após encerrar a carreira como atleta, em 2011, exerceu as funções de treinador, dirigente e comentarista esportivo.

Saudade eterna

No dia 7 de junho de 2014, Fernando Lúcio da Costa, o Fernandão, sofreu um acidente de helicóptero, na cidade de Aruanã, interior de Goiás, e não resistiu aos ferimentos.

Seu caráter, competência, talento e paixão pelo Goiás ficam para todo o sempre, assim como a história que construiu no clube e o orgulho que deixou em todos os esmeraldinos.

 

“Nossa saudade é do tamanho da sua história!”

Últimas Notícias


21/05/2022

Futebol Profissional

Série A: Goiás luta, mas é superado pelo Flamengo no Maracanã, 1 a 0
Leia mais

21/05/2022

Futebol

Nota de Pesar – 21/05/2022
Leia mais

21/05/2022

Futebol Profissional

Guia da partida: Flamengo x Goiás – 21/05/2022
Leia mais

20/05/2022

Futebol Profissional

Retrospecto: Flamengo x Goiás
Leia mais

20/05/2022

Futebol Profissional

No CT do Fluminense, Goiás fecha preparação para encarar o Flamengo neste sábado (21)
Leia mais

19/05/2022

Futebol Profissional

Goiás x RB Bragantino – Sábado 28/05/2022 – Orientações Sócios-Torcedores
Leia mais