Com Augusto e Glauber, Goiás evoluiu e tem números de primeira página na tabela

75% dos pontos conquistados pelo Goiás foram com a dupla, estando eles à frente em apenas metade dos jogos disputados pelo clube, neste Brasileirão edição 2020

17/02/2021 - 11:25 - Assessoria Goiás E.C.

Categoria de Base

compartilhe

75% dos pontos conquistados pelo Goiás foram com a dupla, estando eles à frente em apenas metade dos jogos disputados pelo clube, neste Brasileirão edição 2020.

Augusto César e Glauber Ramos tem 13 anos de parceria, eles se destacaram à frente do Sub-20 esmeraldino, realizando um grande trabalho de formação de atletas para o verdão, muitos deles que hoje estão em evidência na atual equipe do Goiás.

Experiente, o ex-atleta de Corinthians (campeão mundial em 2000), Portuguesa e Goiás, Augusto, reforça como funciona a divisão de tarefas os ajuda no comando dos trabalhos. A última palavra é sempre de Augusto César, mas devido à grande sintonia entre eles, o trabalho tem fluido muito bem.

“No dia a dia, durante os treinos, gostamos de dividir as tarefas. Às vezes, fico com o setor defensivo, ele (Glauber) com o ofensivo. Depois mudamos. Quando trabalhamos uma atividade com grupo completo, é feito em conjunto. Um dia de cada lado, orientamos, cobramos. As coisas têm funcionado bem, é melhor ter duas cabeças pensando. Às vezes, alguma situação que eu não vejo o Glauber percebe, ajuda a melhorar.”, explicou o comandante.

Augusto foi o treinador que levou o Goiás, no ano de 2013, ao vice-campeonato da tradicional Copa São Paulo de Futebol Júnior, feito inédito, já que foi a primeira e única vez que uma equipe das regiões norte e centro-oeste do país chegou à final.

Foto: Federação Paulista de Futebol – Goiás finalista da Copa São Paulo 2013

Este excelente trabalho, deu grandes frutos para o Goiás, revelando jogadores para o time profissional, destaque para o atacante Erik, artilheiro deste time Sub-20 e vendido posteriormente para o Palmeiras, em 2020 Erik atuou no Japão e na temporada 2021 segue para o futebol chinês.

Foto: www.uol.com.br – Erik com a camisa do Goiás

O comandante hoje tem se destacado à frente da equipe principal do Goiás, com importantes resultados Augusto, colocou o esmeraldino na briga direta nesta reta final de Brasileirão, nos últimos jogos cinco jogos, o treinador tem três vitórias, um empate e apenas uma derrota.

Somados somente os pontos deste período em que o treinador Augusto César, e o treinador auxiliar, Glauber Ramos, estão à frente do comando, o Goiás tem um aproveitamento de 50%, o que daria ao verdão à oitava posição no torneio nacional.

Detentor da licença A da CBF, o treinador auxiliar, Glauber Ramos, apresenta o perfil da nova geração de treinadores, estudioso, e sempre buscando novos conhecimentos, confirma o trabalho em conjunto.
“Como temos uma afinidade muito grande, às vezes no jogo a gente já sabe o que será feito, às vezes no olhar a gente já sabe até o jogador que vai entrar na partida, por isso tudo é muito compartilhado.”, Reforça Ramos.

75% dos pontos conquistados pelo Goiás no Brasileirão, foram obtidos com Augusto e Glauber. São 18 jogos com a dupla à frente, ou seja, metade das 36 partidas já realizadas pelo esmeraldino.

O desafio de enfrentar culturas diferentes

“Desde que assumimos tem sido muito diferente enfrentar equipes da primeira prateleira do Brasileirão, times com jogadores e treinadores renomados, temos nos dedicado bastante e colocado em prática tudo o que sempre sonhamos em fazer em um time profissional, ainda mais em uma equipe da série A. Apesar de termos perdidos alguns jogadores, os atletas que estão suprindo são garotos que já conhecemos muito bem, por serem oriundos da base, sabemos que na formação de um atleta existe todo um processo e não foi apenas uma comissão que formou eles, mas nós participamos de uma parte deste processo formativo e agora estamos dando continuidade no time profissional, isso acaba nos facilitando o comando da equipe, os atletas mais experientes nos acolheram muito bem, passamos confiança para eles e tem dado resultado.”, analisou o treinador auxiliar.

A formação de novos jogadores

“É muito bom ver os garotos da base se dedicando, no jogo contra o Atlético Mineiro vencemos com um gol do Índio, o Palmeiras também com um gol de um jogador da base, o Miguel Figueira, além de todos os outros que tem nos dado um suporte grande na parte defensiva também e ofensiva do nosso time, tem sido momentos muito bons e se Deus quiser, será coroado com a nossa permanência na Série A do Brasileirão.”, reforçou o treinador.

Muito trabalho: com Augusto e Glauber no comando, o esmeraldino conquistou 27 pontos.

“Enfrentar equipes de treinadores com culturas diferentes e modelos de jogo diferentes, é sempre um desafio muito grande para mim e o Augusto, preparar o time para enfrentar estes times fortes, foi assim no confronto contra o Palmeiras, já com o treinador de Portugal, Abel Ferreira, estudamos a equipe dele para fazer um jogo muito difícil, mesmo com um jogador a mais em campo, conseguimos vencer, marcamos o gol no final do jogo com o prata da casa Miguel Figueira. Outro jogo interessante foi contra o Atlético Mineiro, com o treinador Sampaoli, que é tem uma equipe agressiva na maneira de atacar, um time que gosta de impor o jogo, tivemos que utilizar a estratégia de abaixar bem as linhas e contra-atacar. Sem falar em enfrentar treinadores experientes como o Cuca, que já foi campeão da Libertadores, e conseguimos uma virada histórica contra eles na Vila Belmiro, mesmo depois de estar perdendo por 2 a 0, vencemos por 4 a 3. Então, tem sido um desafio grande enfrentar cada tipo de treinadores, com suas experiências e culturas e modelos de jogo diferentes, é uma vivencia enorme. É um desafio preparar nossa equipe, estudando e tentando neutralizar os pontos positivos dos adversários, aproveitando alguma fragilidade que o sistema deles possa vir a ter, trabalhamos muito nestes estudos.”, observou Glauber.

A reta final do Brasileirão

“Assumimos a equipe em último lugar e estamos chegando vivos ainda, temos agora a possibilidade de sair da zona de rebaixamento nesta próxima rodada (domingo (21) Goiás x RB Bragantino) e na última tentar permanecer fora, é o nosso grande objetivo, que acreditamos será o nosso maior triunfo na carreira à frente do Goiás.”, finalizou Glauber Ramos.

Números: Augusto César/ Glauber Ramos no Campeonato Brasileiro edição 2020
jogos: 18
Vitórias: 8
Empates: 3
Derrotas: 7
Gols Pró: 20
Gols contra: 26
Saldo: -6
Aproveitamento: 50%
(Aproveitamento que daria ao Goiás a 8ª posição no brasileiro)

Após vencer o Botafogo no último sábado (13), e faltando duas rodadas para o término do Brasileirão, o Goiás encara o RB Bragantino no domingo (21), às 20h30, no estádio Hailé Pinheiro em Goiânia/GO.

Com 29 pontos conquistado, a rodada 37 será de fundamental importância para as pretensões do esmeraldino na competição, já que confrontos que irão acontecer antes do jogo do Goiás, são de interesse do verdão na tabela.

No sábado (20), às 21h, Fortaleza x Bahia se encaram na capital cearense, e no domingo (21), antes do verde entrar em campo, o Corinthians recebe o Vasco, às 16h, no estádio do time paulista. Estas duas partidas são de concorrentes diretos do Goiás na tabela de classificação.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Últimas Notícias


24/02/2021

Futebol

Goiás e Vasco se enfrentam desde 1973
Leia mais

24/02/2021

Futebol

Goiás treina e viaja para enfrentar o Vasco no Rio de Janeiro
Leia mais

24/02/2021

Futebol

Futebol feminino; confira galeria de imagens dos treinamentos no CT Edmo Pinheiro
Leia mais

23/02/2021

Futebol

Planejando os dois próximos jogos fora de casa, elenco se reapresenta no CT Edmo Pinheiro
Leia mais

23/02/2021

Futebol

Coletiva 23 de fevereiro | Fábio Sanches
Leia mais

23/02/2021

Categoria de Base

Escolha sua modalidade na iniciação esportiva e faça já sua matrícula
Leia mais