Outubro Rosa: Colaboradoras participam de palestra sobre a prevenção e tratamento do Câncer de mama

Na manhã desta segunda (25), o Dr. Wellington Souza, Mastologista, realizou um encontro no Goiás Esporte Clube

25/10/2021 - 11:01 - Assessoria Goiás E.C.

Social

compartilhe

Outubro Rosa: Colaboradoras do clube participam de palestra sobre a prevenção e tratamento do Câncer de mama

Na manhã desta segunda (25), o Dr. Wellington Souza, Mastologista, realizou um encontro no Goiás Esporte Clube.

O mês de outubro é conhecido mundialmente como o OUTUBRO ROSA, campanha criada em prol da prevenção ao câncer de mama, tipo de enfermidade mais comum entre as mulheres. A diretoria Social tem promovido momentos de aprendizagem e conhecimento para toda a comunidade do clube, todas coordenadas pela diretora do esmeraldino, Mayza Machado e a Assistente Social, Renata Borelli.

Fotos: Hely Maia – Goiás E.C.

O Dr. Wellington, do Centro de Oncologia IHG, desenvolveu o encontro de forma bem didática, facilitando a assimilação de todas presentes, o médico iniciou falando sobre, a Conscientização, diagnóstico precoce, redução de mortes melhora da qualidade de vida.

“Hoje muitas mulheres tem Câncer de mama e deixou de fazer os exames devido o medo do COVID-19; se conseguimos fazer um diagnóstico precoce, a taxa de cura é elevada, girando próximo aos 100%, sendo a Mamografia fundamental para avaliar qual o melhor caminho a seguirmos. Por isso, a cada ano é importante que as mulheres acima de 40 anos, façam a Mamografia.”

A importância do autoexame

“Quando a mulher faz o autoexame regular, ao longo do tempo, qualquer diferença que ela perceba e observe, já pode ser avaliada melhor posteriormente, por isso, a importância de se fazer o autoexame, independente da idade.Uma dúvida frequente, é qual o melhor período para se fazer o autoexame, o ideal é que ele seja feito uma semana após a menstruação, e para aquelas que não tem menstruação, marcar uma data fixa no calendário e sempre realizar o autoexame na mesma data de cada mês, assim, facilita para ela avaliar alguma alteração que possa ter ocorrido.”, observou o médico.

Fotos: Hely Maia – Goiás E.C.

O Mastologista reforçou que não há uma única causa para o Câncer de mama. Diversos são os fatores que estão relacionados à doença, como:

-Envelhecimento;

-Excesso de peso;

-Sedentarismo;

-Fatores relacionados à vida reprodutiva da mulher;

-Consumo de álcool;

-Exposição a radiação ionizante.

-História familiar de Câncer de mama;

-História familiar de Câncer de ovário.

Sintomas

-Nódulo na mama;

-Dor ou inversão do mamilo;

-Inchaço em parte de mama semelhante à casca de laranja;

-Irregularidades ou retrações na pele da mama;

-Vermelhidão e descamação do mamilo ou na pele da mama;

-Saída de secreção pelo mamilo, particularmente se for sanguinolenta ou translúcida.

O médico demonstrou algumas situações importantes de como prevenir o surgimento do Câncer de mama?

-Dieta saudável;

-Atividade física regular;

-A mulher que amamenta, tem menos possibilidade de ter o Câncer de mama;

-Evitar cigarro e álcool;

Alguns Mitos e Verdades

Mamografia causa câncer de mama, informação falsa

-“Amamentei bastei. Não terei Câncer de mama.”, errado isso é um mito

-Uso de desodorante causa câncer de mama – Errado

-Não tenho parentes com o Câncer de mama, não preciso me preocupar.” – Errado

-A doença sempre aparece como caroço – Errado, existem outras formas de ver o Câncer de mama, e nem todo caroço é Câncer de mama, é necessário ser avaliado.

-Bater a mama pode gerar o Câncer de mama – Errado, quando ocorre um trauma ou algum acidente, não existe associação deste com o Câncer em si, é necessário realizar uma avaliação.

-Pessoas mais jovens não precisam se preocupar com o Câncer de mama – Não é realidade, existe também a possibilidade de que possa ocorrer também em jovens, com menos de 40 anos.

-Usar hormônio aumenta o risco de Câncer – Não é especificamente pelo uso da reposição hormonal que acontece a doença.

Ao final do encontro o palestrante abriu para as colaboradoras tirarem suas dúvidas. E todas puderam participar, relatando experiências vivenciadas e depoimentos relacionados ao relevante tema.

A palestra desta segunda (25), com o Dr. Wellington Souza, marcou o encerramento das ações referentes à campanhas do outubro rosa.

No último dia 11 de outubro, as equipes das categorias de base também participaram de um evento, que contou com a presença da Dra. Kallinca Costa, cirurgiã dentista, da clínica Indike odontologia humanizada, que abordou um relevante tema para a conscientização dos atletas, familiares e colaboradores.

O encontro se desenvolveu na Casa de Formação de Atletas do Goiás, atletas das categorias de base e colaboradoras do esmeraldino, puderam aprender e debater sobre o importante assunto, produzindo assim em toda comunidade da base esmeraldina um conhecimento qualitativo e necessário a respeito da prevenção a este tipo de Câncer.

O tema foi abordado de forma carinhosa, apresentando: prevenção exames, e principalmente o apoio da família e amigos, são fundamentais para o tratamento e cura.

Base participa de palestra sobre o Outubro rosa

Entenda mais sobre o Câncer de Mama:

No Brasil, o câncer de mama é o segundo tipo que mais acomete brasileiras, representando em torno de 20,9% de todos os cânceres que afetam o sexo feminino ou 29,7%, excetuando-se o câncer de pele não melanoma. Foram 66 mil mulheres diagnosticadas com o tumor em 2020 e cerca de 14 mil brasileiras vão a óbito todos os anos por essa causa (INCA).

Estima-se que 39% de todos os casos de câncer de mama ocorram em mulheres jovens com menos de 50 anos, com diferenças acentuadas em relação à manifestação da doença em outras idades. Nesta população, as características prognósticas são mais difíceis e com cânceres mais agressivos, apresentando maiores taxas de mortalidade quando comparadas com mulheres em idades mais avançadas. Além disso, o impacto do diagnóstico é ainda mais acentuado, porque a mulher jovem enfrenta questões específicas da idade, como maternidade e carreira, que aumentam a carga humanística da doença.

O diagnóstico precoce ainda não é a realidade no sistema público de saúde: mais que 35% dos diagnósticos, são realizados em estágio avançado, ou seja, quando o câncer avança e passa a atingir outros órgãos do corpo.

 

 

Últimas Notícias


02/12/2021

Futebol Profissional

Fellipe Bastos renova contrato com o Verdão
Leia mais

01/12/2021

Social

Colaboradores do Goiás recebem cesta natalina
Leia mais

30/11/2021

Futebol Profissional

Vídeo: Bastidores do acesso em Campinas (SP) – O retorno a Série A
Leia mais

28/11/2021

Futebol Profissional

Confira as fotos da festa esmeraldina – Goiás Série A 2022
Leia mais

28/11/2021

Futebol Profissional

Guia da partida: Goiás x Brusque – 28/11/2021
Leia mais

27/11/2021

Futebol Profissional

Já garantido na Série A 2022, Goiás fecha Série B 2021 contra o Brusque na Serrinha
Leia mais